Como fazer mosaico de pastilhas

Como fazer mosaico para banheiro

Como fazer mosaico para banheiro

No último post falamos sobre ideias inspiradoras para utilizar mosaicos de pastilha em seu banheiro. Para os amantes do faça você mesmo, a técnica é bastante simples e pode ser feita conforme a criatividade mandar.

Veja o passo a passo e aprenda como fazer um mosaico de pastilhas:

1. Escolha a superfície que deseja aplicar o mosaico. Pode ser aplicado no MDF ou no cimento – e portanto, pode ser usado para decorar móveis ou paredes em seu banheiro.

2. Escolha o desenho. Se você não tem muita experiência, vale a pena escolher desenhos que não implicam em recortar as pastilhas – portanto, fuja de cantos arredondados e outros tipos mais complexos. Caso queira se arriscar é imprescindível: óculos de proteção e um torquês para partir as peças.

3.  Imprima ou transfira o desenho para um papel, no tamanho real que deseja aplicar.Transfira as pastilhas para o desenho, pouco a pouco e monte o quebra-cabeças antes de aplicar de vez na parede.

4. As pastilhas vem em telas de nylon, que você deverá cortar na hora de montar seu desenho, separe o mínimo possível para evitar que as pastilhas escorreguem e fiquem desalinhadas umas coisas as outras.

5. Utilize uma tela de nylon nova, maior que a área do desenho, organizando as pastilhas como deseja. Com o desenho pronto aplique cola branca para fixar as pastilhas na tela e aplique uma camada de plástico insulfim (o mesmo que usamos para armazenar alimentos) e facilitar a instalação.

6. Com a tela seca basta aplicar argamassa para colar as pastilhas e rejuntes. Não remova o plástico até que seja o momento para aplicação do rejunte. Para conseguir outro efeito os rejuntes podem ser pintados da mesma cor que o desenho.

Como calcular quantidade de azulejos para revestir o banheiro

Medir a área que se quer revestir é o primeiro passo

Medir a área que se quer revestir é o primeiro passo

Uma dúvida muito frequente na hora de comprar cerâmicas e revestimentos é saber fazer o cálculo correto da quantidade de azulejos ou pisos que será necessária. Apesar disso, a tarefa é simples e só requer trena, papel e caneta e um pouco de atenção.

O primeiro passo é medir a área que se quer revestir – se pretende utilizar materiais diferentes no piso e paredes, vale a pena sempre separar as medidas – isso ajudará na hora de calcular considerando a diferença de tamanho entre peças cerâmicas diferentes.

Hoje em dia, é muito comum evitar revestimentos até o teto, revestindo em maior altura somente a área do box – se for esse o seu caso, considere a altura de 1.90 mt (medida padrão para a área molhada) e a altura que desejar para a parte seca. Com a medida da área em mãos, calcule mais 10% para as perdas, mais 5% caso opte por paginação diagonal (implica em mais recortes e mais perdas) e mais 5% a 10% se pretende utilizar a própria cerâmica para o rodapé.

Com a área em mãos, decida a peça cerâmica que deseja utilizar no piso ou parede – apesar de virem com preço a metro quadrado, a maioria delas é vendida em caixas com metragem pré-definida. Por isso é necessário dividir a metragem total pela metragem que vem em cada caixa e ter assim o número de caixas que você deverá comprar.

Como deixar o banheiro seguro para as crianças

Cuide para que seu banheiro seja seguro para seus filhos

Cuide para que seu banheiro seja seguro para seus filhos

Uma das preocupações dos pais é a segurança das crianças dentro de casa. Depois da cozinha, um dos lugares de maior risco são os banheiros, por isso, alguns cuidados devem ser tomados na hora de planejar um banheiro para ser utilizado para crianças.

Existem peças especiais, como vasos de tamanho reduzido. Mas a menos que o banheiro seja para uso exclusivo de crianças – como por exemplo, em uma escola – o ideal são fazer adaptações. As crianças crescem rápido, e na maioria das vezes o custo de adaptar e quebrar o banheiro não se justifica pelo tempo que será usado em um banheiro doméstico.

No vaso sanitário, a primeira opção é um redutor de borda, que mantém o assento sanitário menor e evita que a criança escorregue dentro da privada. Priorize os assentos almofadados, para aumentar o conforto infantil. Outro acessório são os degraus ou escadinhas que ajudam a adequar a altura para a criança.

Um cuidado muito importante é colocar um piso antiderrapante. Se a ideia não é trocar ou quebrar o banheiro, placas emborrachadas podem ser colocadas no chão. Pias, espelhos devem ter bordas arredondadas – mesmo quando as crianças crescem, esses cuidados ajudam a evitar acidentes no banheiro. Evite itens de decoração e acessórios de vidros ou louças soltas, pois as crianças podem mexer e por fim, não deixe em armários baixos ou gabinetes produtos de beleza e remédios.

 

Como trocar pisos e revestimentos sem quebrar

Normalmente, quando precisamos reformar um banheiro ou mesmo outra área que tenha pisos e/ou revestimentos cerâmicos, a parte mais sofrida do processo é quebrar tudo.

Além do entulho gerado, pouco ecológico, os gastos para quebrar, a sujeira, o barulho e os custos a mais são grandes vilões. Por isso, muitas pessoas se perguntam se é possível trocar pisos e revestimentos sem quebrar.

A resposta é sim, desde que sejam tomados os cuidados necessários. A única desvantagem da técnica, entretanto, é que ela cria uma elevação no piso, uma vez que a argamassa e o piso (ou revestimento) irão adicionar espessura ao chão ou à parede. Se isso não for um problema em sua reforma, fique de olho nessas dicas.

Como trocar piso e revestimento sem quebrar

Como trocar piso e revestimento sem quebrar

A primeira ação é verificar o estado do piso ou revestimento: infiltração, peças soltas ou faltando deverão ser reparadas, pois podem prejudicar a aplicação. Depois é necessário uma limpeza cuidadosa, lavando com água em abundância a superfície – sujeiras ou pequenas poeiras irão fazer com que a nova instalação não fique aderente.

O passo final e mais importante é comprar uma argamassa especial de piso sobre piso que irá permitir que o novo revestimento ou piso fique colado como se a instalação fosse realizada sobre concreto. A partir daí, o procedimento é a aplicação convencional de argamassa e assentamento do piso ou revestimento, que pode ser adicionado em qualquer tipo de paginação desejada.

Como colocar pisos e azulejos no banheiro

Empolgado(a) com a ideia do faça você mesmo ou assustado com o preço da mão de obra? Você pode optar por fazer você mesmo o assentamento dos pisos ou revestimentos, desde que siga algumas dicas e cuidados para evitar um desastre.

Como fazer colocação de piso cerâmico

Como fazer colocação de piso cerâmico

O primeiro passo é planejamento: determine a área, tamanho das peças cerâmicas e a paginação – ou seja, a maneira como vai distribuir as peças. (Se você não sabe ou quer saber mais sobre o que é isso, acesse nosso post Como fazer a paginação de pisos e azulejos).

O ideal é escolher um formato e distribuição que dê o mínimo de recortes no piso, facilitando a instalação. O segundo passo é ter em mãos todos os equipamentos necessários: serra tico-tico (para cortar as peças cerâmicas), espaçadores de azulejos, e uma espátula dentada – além dos materiais: argamassa e rejunte.

Lembre-se de medir e recortar nos pisos os espaços para ralos ou canos que estejam instalados no chão. Prepare a argamassa conforme as instruções, aplique na superfície com ajuda da espátula e comece a assentar o piso da direção que escolheu. Coloque o piso e pressione levemente, acertando com os espaçadores o alinhamento entre as peças. Após a secagem você pode passar o rejunte.

 

Como assentar o piso e revestimento

A primeira dica é para otimizar a instalação é a escolha do piso. Saber as medidas do ambiente x o tamanho das peças cerâmicas a serem instaladas. Esse trabalho prévio é importante para evitar muitos recortes e definir a partir de que ponto deverá ser iniciada a paginação do piso.

Para ambientes maiores, as peças de 80x80cm ou até 1x1m são recomendadas. Porém, essas peças, por serem grandes e de difícil manuseio devem ser instaladas com pelo menos duas pessoas trabalhando.

A segunda parte do trabalho consiste em decidir como as peças serão instaladas. Em ambientes quadrados, por exemplo, pode valer a pena a instalação reta – ou seja, alinha-se a peça com a parede. Em casos de ambientes fora de esquadro ou com muitos recortes, a instalação diagonal pode ser mais adequada. Pode ser necessário fazer o recorte de algumas peças para cobrir toda área. Nesse caso, um cortador de azulejo será necessário.

Espátula dentada para argamassa

Espátula dentada para argamassa

Em seguida, deve se saber a distância de colocação entre as peças, seguindo as instruções do fabricante da cerâmica. Utilize os espaçadores plásticos para garantir que as peças fiquem bem instaladas, sem espaços irregulares.

Depois, prepare a argamassa e aplique com uma espátula dentada – essa espátula irá garantir melhor aderência entre cerâmica e superfície. Faça a mistura conforme as indicações do fabricante e o tipo de local onde você irá aplicar.

Por fim, instale as peças, aguarde secar conforme as instruções e não trafegue na área. Após a secagem da argamassa é a hora da aplicação do rejunte entre os azulejos e esperar secar.

Como limpar restos de rejunte dos azulejos

Você fez a sua obra, passou alguns dias e de repente você percebe que a limpeza não ficou assim, nenhuma maravilha? Acontece que as vezes os azulejistas ou pedreiros podem deixar passar um resto rejunte em cima do piso – principalmente quando o piso e rejuntes são brancos.

Atente-se aos cuidados na hora de remover o rejunte seco do azulejo

Atente-se aos cuidados na hora de remover o rejunte seco do azulejo

Então você só vai descobrir algo errado quando pisar e/ou tocar na surpefície e sentir que tem um relevo ou textura que não deveriam estar ali. Com o rejunte seco, fica mais difícil tirar a sobra da peça de cerâmica, que pode ficar arranhada ou com manchas.

Como os revestimentos são feitos de diferentes materiais, você deve evitar abrasivos que podem afetar a vida útil da sua parede. Para remover, use apenas detergente líquido neutro, escovinhas, esponjas e espátulas (tome cuidado especial com espátulas de metal que podem marcar mais facilmente o piso).

Como limpar azulejos e rejuntes?

Banheiro com cara de velhinho, acabado? Nem sempre a resposta é reformar e quebrar tudo. Uma boa limpeza nos azulejos e rejuntes por fazer milagre pelo seu banheiro, além de ser uma solução mais rápida e econômica, principalmente para quem mora em imóveis alugados.

Além disso, quem não gosta de uma banheiro completamente limpo e brilhante, como em produtos de limpeza comercial? Manter o banheiro limpo dá trabalho, mas não é uma tarefa impossível.

Em banheiros mais antigos, azulejos são o principal foco de sujeira devido ao tempo, mas nada que uma boa limpeza não resolva. Veja as nossas dicas para se livrar de toda a sujeira que fica nos azulejos. A tarefa se divide em duas partes, a limpeza das peças cerâmicas (azulejos) e a limpeza (ou pintura, quando for o caso, do rejunte).

Limpeza dos azulejos: dilua um removedor – há várias opções que você pode comprar direto no supermercados – na água, na proporção de 1 parte de removedor para 3 partes de água. Passe sobre o azulejo com a ajuda de um pano de saco velho ou pano .

Utilize uma escova para remover sujeira no rejunte

Utilize uma escova para remover sujeira no rejunte

Limpeza dos rejuntes: utilize uma escova de dente embebida em saponáceo abrasivo (tipo Sapólio ou marcas similares) e enxague bem. Evite repetir o procedimento muitas vezes, do contrário poderá danificar o rejunte. Se a sujeira permanecer o ideal é realizar a repintura do rejunte.

Como fazer reparo de rejunte em pisos e azulejos

Depois de algum tempo, é normal o rejunte ficar poroso ou com falhas, colocando em risco a sua segurança (pois permite o aparecimento de fungos e pode ajudar a descolar as placas cerâmicas) e a durabilidade do seu revestimento.

Por isso, conheça o passo-a-passo para restaurar o rejunte de seu banheiro:

Como restaurar rejunte de azulejo

Como restaurar rejunte de azulejo

1) Utilize uma chave de fenda e remova com cuidado todo o trecho de rejunte que está rachada, danificada ou porosa.

2) Entre a parede e os azulejos, verifique se também parte da argamassa foi removida. Peças que tem som oco ao toque devem ser cuidadosamente avaliadas. Reaplique a argamassa onde julgar necessário, e pressione com cuidado a peça. Você deve fazer o rejunte de acordo com as instruções que vem no pacote.

3) Espere secar totalmente a argamassa, sempre seguindo as instruções do fornecedor.

4) Quando seco, aplique o rejunte preferencialmente com um chinelo de borracha (tipo Havaianas) ou uma espátula emborrachada especial para rejunte, preenchendo todos os espaços. Não se preocupe em sujar as peças de cerâmica.

5) Com uma esponja úmida faça movimentos circulares sobre o azulejo para remover, assim o excesso do rejunte sobre o revestimento, mas com cuidado para não tirar ele dos sulcos entre as peças.

6) Por fim, espere uma hora para secar e passe um pano limpo e seco para limpar novamente as peças cerâmicas e aguarde secar.  esperar uma hora e limpar os azulejos com um pano limpo. Aguarde e lave os azulejos, após dois dias.

Como fazer: pintura de azulejo

Uma das maneiras mais rápidas, fáceis e econômicas de mudar a aparência do revestimento do banheiro é fazendo a pintura das peças cerâmicas. Ótima opção para quem não gosta dos azulejos que tem em casa, a pintura proporciona uma mudança completa sem o tradicional quebra-quebra das reformas.

Você pode fazer a pintura por conta própria, mas precisa se ater nos seguintes itens: o azulejo não deve ter nenhuma pintura anterior (se tiver, confira o post Como fazer a repintura de azulejos), além de estar limpo e seco.

Vamos ao passo a passo:

1) Comece pela escolha da tinta: existem esmaltes indicados para azulejos e pisos que terão ou não contato com a água. Será necessário o uso de uma tinta base – normalmente encontrada sob o nome de fundo epóxi – que serve para melhorar a fixação do produto.

Pintura de azulejo com tinta epóxi

Pintura de azulejo com tinta epóxi

2) O primeiro passo é a limpeza da superfície com detergente neutro e água. Após o procedimento, passe um pano seco e espere um tempo para garantir que a parede estará livre de qualquer umidade.

3) Para iniciar o processo, utilize a tinta de base – ou o chamado fundo para tinta epóxi branco – diluído e aplicado conforme as instruções dos fabricantes . É importante observar que o preparado époxi é o mais indicado para esse tipo de pintura, pois é a substância que melhor se adere na superfície das cerâmicas e resistirá ao uso e umidade de seu banheiro.

4) Após a aplicação passe cuidadosamente a primeira demão de esmalte epóxi de acordo com a recomendação do produto. Cubra os azulejos e rejunte. Espere secar (recomenda-se 24 horas entre as aplicações) e passe a segunda demão. Ao secar, se necessário, pode reaplicar a tinta ainda uma terceira vez.

5) Aguarde secar e mantenha a pintura limpando a superfície somente com água e sabão neutro. A tinta é resistente mas é necessário evitar o uso de esponjas ou escovas que podem danificar a superfície, além dos produtos abrasivos.

 

Veja mais posts:

1 2