Decoração de banheiros rústicos

O rústico está na moda na decoração. O ar rural, quando bem trabalhado, torna os ambientes bonitos e aconchegantes. E isso também vale para banheiros.

Banheiro rústico

Banheiro rústico

Além dos móveis, principalmente em materiais como a madeira de demolição – os revestimentos e pisos são os responsáveis por todo o ar rústico dos banheiros.

Pisos com os porcelanatos que imitam a madeira de demolição são ótima opção, ao lado deles o granilite e a cerâmica terracota. Os azulejos estilo metrô de paris também podem ser usados, se combinados com elementos como as madeiras – do contrário ficam com aspecto muito urbano. Os pisos feitos de pedras naturais, como o granito rústico ou a ardósia, funcionam muito bem.

Os pisos de cimento queimado neutro ou colorido – como o vermelhão e o amarelão, além dos grafiatos nas paredes, principalmente em cores mais fortes e terrosas, como por exemplo o tom mostarda, e, por fim, revestimentos que imitam tijolinhos aparentes.

Azulejos ao estilo “metrô de Paris”

O charme da França sempre esteve presente nas decorações. Historicamente, o país foi por muitos anos a cultura hegemônica da sociedade ocidental, e deixou suas marcas em todos os campos.

Na decoração, o estilo cottage e provinciano, ou o glamour dos castelos e a extravagância da belle époque se tornaram ícones. Mas não só as épocas marcaram como também pequenos elementos da decoração. É o caso dos pequenos azulejos brancos do metro parisiense, que viraram um clássico do retrô.

Em formatos retangulares, com acabamento bisotado, as cerâmicas brancas que compõe os revestimentos do metrô de Paris são tão marcantes que ganharam lugar em casas por todo mundo. Se você também gosta dos azulejos do metrô de Paris, confira essas ideias de banheiros com revestimentos que vão deixar sua casa com ar francês:

Azulejos do metro de Paris combinados com ladrilho hidráulico

Azulejos do metro de Paris combinados com ladrilho hidráulico

Aqui, os azulejos de Paris foram usados somente para revestir o box

Aqui, os azulejos de Paris foram usados somente para revestir o box

Banheiro clean com revestimentos até o teto de cerâmicas ao estilo Paris

Banheiro clean com revestimentos até o teto de cerâmicas ao estilo Paris

Banheiro retro / moderno com revestimentos que lembram o metrô de Paris

Banheiro retro / moderno com revestimentos que lembram o metrô de Paris

Pisos e azulejos com impressão digital

Impressão digital: com texturas e veios a cerâmica imita a madeira

Cerâmica com impressão HD imitando piso em madeira

A alta tecnologia chegou também na indústria de pisos e revestimentos: com a novidade da impressão digital nos pisos é possível reproduzir diferentes padrões e texturas em cerâmicas.

Assim, passam a ser possíveis pisos cerâmicos que replicam diferentes tipos de padronagem com perfeição: imitando madeira, pedras, granitos ou mesmo estampas de papéis de parede. Podendo ser aplicados em paredes e pisos é uma ótima opção para revestir o seu banheiro.

Com o benefício de um cuidado simplificado e um custo de instalação menor, esse tipo de piso vem ganhando espaço no mercado. Ao contrário das versões “imitação” de pisos produzido antigamente, a impressão em altíssima resolução permite maior fidelidade do material, deixando imperceptível a diferença.

Além da reprodução fiel, a impressão permite com que se faça peças com maiores variações entre si, quando necessário – aproximando das diferenças de veios e tonalidades de madeiras e materiais como o granito.

Interessado nesse tipo de piso? Saiba mais sobre os Cuidados com pisos e azulejos de impressão digital.

Como fazer: pintura de azulejo

Uma das maneiras mais rápidas, fáceis e econômicas de mudar a aparência do revestimento do banheiro é fazendo a pintura das peças cerâmicas. Ótima opção para quem não gosta dos azulejos que tem em casa, a pintura proporciona uma mudança completa sem o tradicional quebra-quebra das reformas.

Você pode fazer a pintura por conta própria, mas precisa se ater nos seguintes itens: o azulejo não deve ter nenhuma pintura anterior (se tiver, confira o post Como fazer a repintura de azulejos), além de estar limpo e seco.

Vamos ao passo a passo:

1) Comece pela escolha da tinta: existem esmaltes indicados para azulejos e pisos que terão ou não contato com a água. Será necessário o uso de uma tinta base – normalmente encontrada sob o nome de fundo epóxi – que serve para melhorar a fixação do produto.

Pintura de azulejo com tinta epóxi

Pintura de azulejo com tinta epóxi

2) O primeiro passo é a limpeza da superfície com detergente neutro e água. Após o procedimento, passe um pano seco e espere um tempo para garantir que a parede estará livre de qualquer umidade.

3) Para iniciar o processo, utilize a tinta de base – ou o chamado fundo para tinta epóxi branco – diluído e aplicado conforme as instruções dos fabricantes . É importante observar que o preparado époxi é o mais indicado para esse tipo de pintura, pois é a substância que melhor se adere na superfície das cerâmicas e resistirá ao uso e umidade de seu banheiro.

4) Após a aplicação passe cuidadosamente a primeira demão de esmalte epóxi de acordo com a recomendação do produto. Cubra os azulejos e rejunte. Espere secar (recomenda-se 24 horas entre as aplicações) e passe a segunda demão. Ao secar, se necessário, pode reaplicar a tinta ainda uma terceira vez.

5) Aguarde secar e mantenha a pintura limpando a superfície somente com água e sabão neutro. A tinta é resistente mas é necessário evitar o uso de esponjas ou escovas que podem danificar a superfície, além dos produtos abrasivos.

 

Pisos e azulejos: O que é PEI ou PI?

azulejo-piso-pi-pei-o-que-significa

Azulejo e piso: PI ou PEI – o que significa?

Um dos atributos mais importantes na hora da escolha do piso ou revestimento para o seu banheiro, é escolher o PI (ou PEI) da cerâmica. Essa sigla, significa Porcelain Enamel Institute – nome do instituto americano que convencionou o padrão normativo para o coeficiente que determina a resistência à abrasão das placas cerâmicas.

A abrasão é o desgaste do piso ou revestimento cerâmico, provocado por atrito, com solados e partículas de sujeira (terra, areia, etc) – que pode provocar risco, manchas ou até trincados.

Parece complicado, mas na prática é mais simples: a partir do PI você escolhe o tipo de piso ou revestimento mais adequado para utilizar em seu banheiro (ou outros lugares de sua casa). Basicamente, é o PI que difere os azulejos (utilizados somente para revestimento das paredes), dos pisos (que podem ser utilizados tanto para o chão quanto para paredes).

Na hora de comprar o revestimento para seu banheiro, você vai encontrar os seguintes tipos:

PI 1 – o tipo mais frágil de esmalte cerâmico, que não aceita atrito e pode ser utilizado exclusivamente para as paredes. É possível perceber que as peças são muito mais finas que peças normalmente utilizadas para o piso.

PI 2 – eventualmente, pode ser utilizado para pisos, porém só é recomendado para lugares com pouco tráfego –  já pode ser utilizado em banheiros – mas considere um PI maior para banheiros de muito uso ou cozinhas, por exemplo, de modo a evitar trincos e manchas.

PI 3 – suporta melhor o tráfego, e pode ser utilizado em residências – mas ainda deve ser evitado em áreas como garagens.

PI 4 – indicado para áreas de alto tráfego, como garagens ou estabelecimentos comerciais, com muito movimento de pessoas.

PI 5 – são indicados para lugares com altíssimo tráfego de pessoas, como shoppings, aeroportos e locais públicos de alto fluxo de pessoas.